A Euterpia

Nú Desesperado

A Euterpia
Sentado no meio das formigas
Não percebi o poder em minha volta
Desprezei seres insignificantes
Ignorei a sua organização

Perdi a minha retaguarda
Tomaram conta do meu corpo
Sem perceber estava dominado
Me causaram uma irritação
Me expulsaram de sua civilização

Elas me consumiram, elas invadiram
Foram responsáveis pelo nu desesperado

Chegando em meu recanto de fuga
Fui recebido como alvo
Eram os seres voadores que dispararam
Em minha direção, me obrigaram a rolar no chão

Eles me consumiram, eles invadiram
Foram responsáveis pelo nu desesperado

É o inicio do caos
Começo da revolução, cadê o resto da letra?
Não sei vou voltar pro refrão