Venha Comigo

Giancarlo Rufatto

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
Venha comigo, eu vou tentar lembrar onde eu deixei as chaves deste rosto fechado.
Venha comigo, eu vou tentar gostar de tudo outra vez, já que meu peito não deixou escolhas.
Venha comigo, eu me divido entre mentir, esconder e fazer parte do seu jogo.
Venha comigo que eu não quero mais lhe dar um outro desencanto ou desencontro.
Venha comigo e faça abrigo neste bolso, entre e coma as migalhas que eu guardei.
Venha comigo, eu vou tentar lembrar aonde eu errei, onde eu errei, onde eu errei.
você sabe, você sabe onde eu errei.