Gitana Pimentel

Jeito de Viver

Gitana Pimentel
Carrego o peso, levo as lembranças no meu jeito de viver
Assim vejo que andanças me fazem sobreviver
Carrego o peso, levo as lembranças no meu jeito de viver
Assim vejo que andanças me fazem sobreviver

No rumo dessa estrada nunca pude vacilar
Os tropeços, cada tombo, me ensinaram a caminhar
Combalido ou cansado, nunca pude descansar
A jornada é sempre longa, desistir não é mudar

Carrego o peso, levo as lembranças no meu jeito de viver
Assim vejo que andanças me fazem sobreviver
Carrego o peso, levo as lembranças no meu jeito de viver
Assim vejo que andanças me fazem sobreviver

Na estrada dessa vida muita poeira enfrentei
Toda mudança de tempo, com humor sempre encarei
Chuva, sol, calor e vento, cada dia desfrutei
O amor que pulsa lá dentro prova que sempre te amei