Graveidacam

Rap do Nordestino

Graveidacam
Esse rap aqui e do nordeste
Pq aqui só tem cabra da peste
Norte,sul,leste,oeste
Agora sinta a fúria do agreste

Tu zuava o nordeste vai vendo
Agora prova do próprio veneno
Não quero guarda mágoa
Mas falo da minha água
E hoje reza de joelhos, esperando um sereno
Como é que ta sendo
Ver que não ta chovendo
E senti na pele,oq minha gente vinha sofrendo
Na internet todo mundo vendo
Oq 6 tão vivendo
E ainda querem nos zuar
(Vocês vão morrer querendo)

Esse mundo e muito louco,e tu tem que ser ligeiro
Mais parece que o feitiço,viro contra o feiticeiro
Diz que aqui não tem banheiro
Que aqui só tem cachaceiro
Maconheiro,forrozeiro,somo tudo pirangueiro
Que as casa não tem mobília
Só rede e radio de pilha
Que a gente não come em prato
Pq aqui só tem vasinha
Que a seca aqui é tão grande
Que o ceroto chega brilha
Que as mulher tem vinte filha
E vivi de bolsa família
Mais o meu nordeste e rico, e isso aqui não fuxico
Se tu quer fala besteira,então vai pra casa do chico

Prefiro morar na praia, incomodado que saia
Somos do mesmo paias, mais não sou da tua laia
Mas errado que os maias,teus argumento e mo paia
Teu ódio não faz sentido,seis tão levando e gaia
Querendo dividir o brasil, nem precisa batalha
Quem tem cultura de sobra,não precisa de gentalha

O nordestino e matuto,e só isso que escuto
Que a gente não sabe nada,que e pior que bicho bruto
Mais eu já nem fico puto,pq quem se acha astuto
Pisa na minha terra e muda de ideia em um minuto

Então,pra que preconceito, cada um tem o seu jeito
E se o brasil não vai pra frente,o nordeste não é o defeito
Me orgulho e bato no peito,sei que ninguém é perfeito
Mas se fala da minha gente,e melhor tu ter respeito
O nordestino e guerreiro,e muitos tiram proveito
E a gente parasse um dia, tu sentiria o efeito
Mudaria o teu conceito,e com preconceito desfeito
E não culparia o nordeste, pelo pt reeleito