G.R.B.C Afro de Nagô Na Arte do Samba

Samba-Enredo 1995 - Muda o Padrão Monetário, Mas Falta Zero No Meu Salário

G.R.B.C Afro de Nagô Na Arte do Samba
[Enredo: Muda o Padrão Monetário, Mas Falta Zero No Meu Salário]

Canta meu Brasil criança
A chama da esperança
Reluz bem mais que o vil metal
Contam que a coroa em primazia
Fez surgir lá na Bahia
A casa da moeda nacional
Na produção do ouro o braço forte
Descobriu a toda sorte
Riquezas do teu mundo mineral
Minas, salvador e Rio de Janeiro
Já se convertia em dinheiro
Ouro como lastro imperial

Mil-réis, desde o tal mil-réis
A inflação faz parte da história
O que rolou de zero é brincadeira
Sintoma do jeitinho à brasileira

E de cruzeiro a cruzeiro novo
Tostão furado à boa fé do povo
Vem o cruzado
Novamente o povo enganado
E a cada novo plano fracassado
Um zero a menos no meu ordenado
Eis agora o real
Tomara não seja outro choque fatal

Vem, amor, pra que dinheiro
Se na mão é vendaval?
Esse teu sorriso de criança
É a esperança do meu carnaval