Queluz De Minas

Autofagia

Queluz De Minas
Maresia
Roendo por dentro
O meu navio
Bomba sem pavio
A explodir

Corre em minhas veias
Mais veloz do que sangue
Acelera meu coração
Esfria as minhas mãos
Sufoca o meu pulmão
Filha incestuosa do medo
Da angústia e da culpa
Minha mãe voraz
Devoradora insaciável
Da carne viva
Das inquietas almas
Vertiginosa ferrugem
Meu caruncho
Meu cupim
Ansiedade
Ansiedade
Se alimenta de mim