Aleive

Uanna

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
Ninguém é sincero com ninguém
Nem consigo
E dizendo que está tudo bem
Mas é teu inimigo

É da boca pra fora
Mas por dentro está tudo errado
É vivendo do que não tem
E não tem nenhum vintém

Alguma coisa não me serve mais
A aventura de poder confiar
Você me deu motivo demais
Agora é tarde de voltar atrás

Eles querem saber se você vai produzir
Antes de saber se voltou a sorrir

Alguma coisa não me serve mais
Nem o valor do teu perdão
Você precisa de um espelho
Pra ver sua imagem de sabichão

Alguma coisa não me serve mais
A aventura de poder confiar
Você me deu motivo demais
Agora é tarde de voltar atrás