Ultravespa

Na Contramão

Ultravespa
E ela sempre diz que é quente demais
E que eu sou bom rapaz
E que assim não dá

E ela diz que é pra frente demais
E que eu sou muito pra trás
E que assim não vai

E eu sei
E eu tanto faço
O que eu posso
Mas não tenho jeito
Enturmo com os brasas
Paro na contramão
Mas eu não consigo chamar sua atenção

E ela diz que não basta ouvir
Tem que agir e vestir
Ser falado e não falar

E ela diz que não basta conhecer
Tem que rolar com você
Sempre saber onde está

E eu sei
E eu tanto faço
O que eu posso
Mas não tenho jeito
Enturmo com os brasas
Paro na contramão
Mas eu não consigo chamar sua atenção