Umbrella

Ephedrina

Umbrella
Olhar de longe sem saber
Qual é o meu lugar
Atalhos que escolhi
Pra poder fugir
Me encontrar

Disfarça essa lagrima
Desperdiçada
Porque não foi por mal
Vir na contramão
Da minha condição
É normal


Se for pra competir
Eu não sei dividir
Abrir mão do meu lugar
E na contra mão
Dessa condição
Meu lugar


Há dias que eu penso em me encontrar
Mas o silencio diz que não
E que digam que foi má intenção
Ter de desmentir
Pra reencontrar sua razão

Se foram as horas
E eu sequer senti
O tempo passar
Se for só pra iludir
O que eu tanto quis reencontrar

Seus olhares
Me soam vulgares
Até a hora de enxergar
Que na contra mão
Dessa condição
Que não há