Desapego

Unazen

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
Eu generosamente abro mão do meu passado
Aprender a viver um dia de cada vez
Sem escutar a maldita frase
Que faz aceitar tudo como está
Tudo isto não é assim,
Não aceito não irei fugir
É preciso resistir até não agüentar
Você não vai salvar o mundo
Mas pode tentar melhorar
Pode tentar melhorar
Pode ao menos tentar

Eu generosamente abro mão do meu passado
Mas não abro mão dos meus antepassados
E na verdade o que eu digo é para despertar
E ver olhos adormecidos acordar
Quero ver minha gente meu povo
Vivendo no presente de novo
A revolução de cada um é interior
Pense no agora pois o passado já passou, demorou
Olhe para seu redor e veja tudo como está
E saiba que nada mudará enquanto cada um
Não olhar pra si mesmo e de fato acreditar
Que está na hora de encarar a verdade
E será preciso arriscar, revolucionar
As nossas mentes