A Poesia

Uverme

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
Poesia que se chama a poesia
Pra falar da mais valia que faz
O sistema assimilar
Toda arte pura, escura
Que vive andando nos becos
Se criando entre os guetos
Que nasce de um grito de preto
Que viu que só com o desrespeito
Era levado a sério
É triste achar desrespeito
Ter que levar alguém a sério

O rock n roll morreu faz tempo
Desde que virou forma de sustento
Atente aos detalhes por favor
Desde que virou sustento
Não desde quando se sustentou

Que forma mais maliciosa
Devemos de fato prestar atenção
O sistema é uma substancia oleosa
Facilitando o processo de emulcificaçao

Para a maior parte da sociedade
Arte é entretenimento
Já pensaram seu tormento
Se todo entretenimento fosse arte?

Alguns dirão ser mais um caso de prepotência
Mas posso provar que esses sofrem de demência
Uma demencia que os mantém presos
Bem aonde o sistema quer que eles fiquem
Assim o oleo vai se tornando mais espesso
Tão homogêneo que não se ve um só traço
Do que um dia já foi a voz sincera de alguém

Olha esses dementes dizem até que fast food alimenta
Que devemos confiar em programa eleitoral e ainda fomentam, nem tenta
Pensar em qualquer coisa fora do roteiro normal parece impossivel
Em pensar que até pra mim tudo isso já pareceu tão verossímil

Estão de parabéns, de fato parecem ter chegado ao seu auge
Nunca na história se viu tamanha superficialidade
Talvez o que nos falte seja apenas um gole de coragem
Mas dificulta todas as nossas referencias serem um bando de covardes

Parece tão bom se render ao senso comum
Parece tão solitário ter bom senso ou algum
Me sinto autoritario ao fazer um poema assim
Mas talvez o fervor faça lembrarem de mim

Na próxima vez que consumirem algo
Que se utiliza de linguagem artistica
De forma genérica ignorando a parte mistica
Não permita na testa a formação de um alvo

Não se deixe levar
Manipuladores de emoções querem sua alma
É dificil escapar
Mas a recompensa vai além de viver com calma
É morrer feliz
Com o que se diz