Xikakerê

Brecada do Buzú

Xikakerê
Na breca do buzú

Buzú lotado, todo dia é assim
De manhã cedo, meu Deus, tenha dó de mim
Quando eu vou, tá cheio
E na volta ta lotado
Dentro do buzu, é um calorão danado
Do lado de fora, tá tudo em engarrafado
Motor, vá com atenção, tem sempre um doido habilitado
E um movimento coletivo tomou conta do pedaço
Pé no freio, brecou

Vai todo mundo
Vem todo mundo
Vai todo mundo
Na brecada do buzú
Vai todo mundo, vem todo mundo
Vai todo mundo, vem todo mundo
Vai todo mundo, vem todo mundo
Vai todo mundo, vem todo mundo