Tenho Medo

Young, O Poeta

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
Miyo kinnova Okhala Moluene
Miyo kinnova okhala muthuene
Miyo kinnova (ayeee) Othola thola khuhimpwanya
Miyo kinnova (ayeee) Wetteta nno ohinmala
Miyo kinnova

Tenho medo, eu tenho medo do medo que tenho
Tenho medo de acordar fox e bloquear meu empenho
Tenho medo de sentir frio, sem ter um abrigo
Dormir na calçada da rua e ser achado bandido
Tenho medo do rap morrer antes de eu lançar meu CD
E o mundo deixar de usar o disco e voltar a usar cassete
Tenho medo de pensar alto, mas com ideias baixas
Ver os riscos que tenho na vida se tornarem rachas
Tenho medo dos amigos que me traem pelas costas
Ter perguntas a fazer, mas nunca receber respostas
Tenho medo de seguir caminhos com os pés descalços
Mergulhar de vez na fama, e não deixar rastos
Andar de carro pela town e em casa andar de cócoras
Ter fome na barriga e a dispensa só as moscas
Tenho medo de achar que sou mais alto que os outros
Enquanto são apenas ossos e eu gasto todo meu esforço

Tenho medo, do medo, mais medo, de todos os medos
Porque o medo que é medo, medo, será sempre medo
Porque o medo tem medo do medo que o medo tem
Se o medo é somente medo e medo, medo, não se vê
Tenho medo, do medo, mais medo, de todos os medos
Porque o medo que é medo, medo, será sempre medo
Porque o medo tem medo do medo que o medo tem
Se o medo é somente medo e medo, medo, não se vê

Tenho medo do frio lá fora, cá dentro as paredes não me aquecem
Tantos gritos pela rua, que até de longe me enlouquecem
Tenho medo de sentir o tal fogo que arde sem se ver
Que quando não correspondido deixa o coração a arder
Tenho medo das bitchs, das cotas e das estrangeiras
Tenho medo das escritas nas portas que revelam asneiras
Tenho medo de andar 1 ano na school e depois chumbar
Com excesso de Martin Myster e Daiana Lombard
Tenho medo, em inglês I'm fear
Antes de Benja me falar eu juro que não sabia
Tenho medo de quem passa, tenho medo de fumar passa
Tenho medo de perder meu hat que na town me disfarça
Mas o pior de tudo isso é não acreditar em me mesmo
Fixar muito na mente que no mundo ninguém é perfeito
Tenho medo de ser traído como foi Jesus Cristo
Logo que nasceu o seu destino já estava escrito

Tenho medo, do medo, mais medo, de todos os medos
Porque o medo que é medo, medo, será sempre medo
Porque o medo tem medo do medo que o medo tem
Se o medo é somente medo e medo, medo, não se vê
[Não] Miyo kinnova (ayeee)
Othola thola khuhimpwanya
Miyo kinnova (ayeee) Wetteta nno ohinmala
Miyo kinnova

Cada minha letra é perfeita, porque escrevo o que já fiz
Com medo de burrar com a caneta, então escrevo com lápis
Tenho medo de consumir o mal que no mundo existe
Goodwin deixar de assumir, só me chamarem dinamite
Tenho medo de pronunciar grande estação central
Se na verdade era para anunciar que quem não tem pão está mal
Tenho medo das minhas rimas bad e os versos doídos
Eu tenho uma só head, mas os cérebros são dois
Tenho medo de trocar damas como trocar t-shirts
Verem-me passar pela rua depois me chamarem bitch
Tenho medo de ser proibido de sentir o medo
Tenho medo de estar provido de excesso de medo
Tenho medo de baixo-cima, baixo-frente e do baixo-lado
Para frente já não dá e o passado esta ocupado
A verdade é que ao ter medo do medo de um grande medo
Com tanto medo do medo que tenho então não tenho Medo